quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

HOMESCHOOLING - ENSINO DOMICILIAR

Hoje tropecei num blog cujo tema é sensacional. Sempre pensei na possibilidade de ensinar meus futuros filhos em casa como remota e ilegal. Descobri que não é, em Portugal!

Um curso ou uma escola seguem o ritmo e a intensidade que eles julgam mais apropriados. Alguns optam por um ritmo mais intenso, que realmente dê tempo de ensinar com bastante profundidade, que acostume o aluno a absorver muito de cada vez. O problema é que nem todos estão aptos a seguir nessa rapidez, por N dezenas de motivos diferentes. E é por isso que muitas instituições decidem estabelecer um ritmo tranquilo, muitas vezes lento mesmo. Isso também causa problemas de desatenção, afinal uma hora e meia para discutir uma coisa que poderia ter sido feita em 20 ou 30 minutos...

È um tema complicado de se discutir quando se pensa dentro de uma só escola. Não há muito o que fazer, a não ser definir de que lado estarão. Afinal, como um colégio ofereceria duas turmas de segundo ano: uma em que as aulas duram 30 minutos, outra em que as aulas duram uma hora e quarenta? Tenho a impressão de que geraria mais polêmica do que satisfação. É não pra menos.

De qualquer forma, para quem se interessa pelo tema, eu sugiro o blog português
o link já cai direto num artigo relacionado a TDAH.

Obviamente não deve ser barato trazer a escola até a casa. Não sei de quanto estamos falando, mas vou me informar sobre o assunto.

Abraços,
Juliana

sábado, 11 de dezembro de 2010

O QUE É A SUA HIPERATIVIDADE?

Para mim, ser hiperativo é..

1) sentir enjôo ao insistir em assistir aula;

2) sentir falta de ar quando a fila tá grande;

3) não conseguir ouvir o final das histórias;

4) andar rápido o tempo inteiro, mesmo quando não tenho pressa;

5) como professora, explicar da forma mais simplificada possível, para não fazer os outros sentirem a demora por que passava nas salas de aula da universidade;


Abraços,
Juliana